quinta-feira, janeiro 08, 2009

Templos

Ouvi hoje, na RTP 2, uma senhora (membro da denominada Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) a falar da importância e da função dos templos. Comparava, ela, o templo que Deus mandou construir em Jerusalém com os templos da sua igreja concluindo que os de hoje cumprem as mesmas funções que o do passado mas de forma mais ampla. Estes seguidores de Joseph Smith (a exemplo de muitos cristãos) esquecem que Deus só teve um templo de pedra e cal construído em Jerusalém. Após a morte de Cristo na cruz e a criação da Igreja um templo de pedra e cal deixou de fazer sentido. O de Jerusalém foi derrubado no ao 70 DC.
A verdade é que, agora, Deus apenas possui na terra templos de carne e ossos: os cristãos. De resto a Igreja, (que se compões de todos os crentes) é o verdadeiro templo. Chamar, por isso, templo a edifícios construídos ou alugados para fins religiosos (não importa a sua magnitude) pode ser muito bonito, em termos etimológicos, mas nada tem de espiritual.
A Igreja, o templo, reúne dentro de outro templo?
Não faz sentido.