quarta-feira, janeiro 07, 2009

Comer para quê?

Já não é novidade que muitas pessoas vivem para comer ao invés de comer para viver. Sobretudo nos chamados países ricos o grande problema de saúde pública é a obesidade (até nas crianças), justamente porque as sociedades são educadas para consumir alimentos desenfreadamente.
Se isto é verdade a Ocidente o mesmo não se passa em muitos países da Ásia e de África. Aí a comida (que merecesse esse nome) é um luxo que poucos podem pagar.
Vem isto a propósito de um documentário sobre a vida animal, que vi um destes dias, em que se destacava que a maior parte dos animais gastam quase toda a sua vida na procura de alimentos. Ao mesmo tempo a reportagem também mostrava que, a maior parte deles, só comem quando têm necessidade, havendo até aqueles que armazenam para quando a necessidade surgir.
Dificilmente se encontram animais obesos (com excepção daqueles que têm de acumular gordura para a hibernação).
O ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus, deveria dar lições aos irracionais e não terem necessidade de aprender com eles.