domingo, janeiro 04, 2009

Os "maus da fita" de Sempre

Porque será?
Os israelitas estavam muito sossegados no seu (incompleto) território e o Hamás, a partir da faixa de Gaza, resolveu iniciar o disparo de vários foguetes para uma zona de Israel onde apenas habitam civis.
Passado um tempo, depois de lançados vários avisos, Israel resolve agir contra o Hamás.
Até aí o mundo estava silencioso. Ninguém ergueu a voz contra os ataques do Hamás. Bastou a Israel ripostar para que o mundo acordasse.
Depois é o costume: "Assassinos, ataques desproporcionados, apelos ao cessar fogo, etc."
Porque será que os israelitas são sempre os maus da fita?
Porque é que Israel suscita tanto ódio?

2 comentários:

José Carlos disse...

Recebi um E-mail onde se vitimiza os palestinianos e se diabiliza os judeus. Eis a minha resposta.
É uma pena que muitos se pronunciem sobre este problema do Médio Oriente sem conhecimento de causa. Surgir para tomar posição contra Israel sempre que novo conflito estala demonstra que, quem o faz, é tendencioso. Contra Israel.
Vamos a FACTOS
É verdade que os judeus regressaram à terra prometida em 1948, após terem habitado em vários países (como a Alemanha onde Hitler os massacrou) mas, pergunto, de onde foram eles para esses países? Será que vieram de um outro planeta?
Quem conhece a história sabe que os judeus habitaram a terra prometida desde que Josué, Por ordem de Deus, a conquistou.
Não tendo tempo para analisar pormenores, (o que seria fastidioso) o importante é destacar que nada há de ridículo no facto dos judeus dizerem que aquela terra lhes pertence porque lhes foi dada por Deus. Essa é a verdade. Deus tinha prometido a Abraão que aquela terra seria dada ao seu povo (descendente de Isaque) para sempre.
Ora como eu creio que quem tem direito a mandar neste mundo é quem o criou, Deus, isto para mim é suficiente.
Logo o que se deve perguntar é como é que os árabes surgem naquele território e porquê.
Os meus caros amigos sabiam que antes da mesquita de Omar ser construída, naquele mesmo espaço, existiu o Templo judaico mandado construir por Deus? (desse templo resta ainda, no local, o muro das lamentações)
È pois mais que evidente que os judeus têm direito ao seu território (neste momento não o estão a ocupar na íntegra) e que os chamados palestinianos reclamam o que lhes não pertence.
Agora, tendo dito isto, o problema é que os dois povos estão ali – árabes e judeus – que fazer?
É quase consensual que a solução só pode ser a existência de dois estados. Israel já retirou de territórios que lhes foram dados por Deus; porque é que os palestinianos não ocupam, de forma pacífica o seu território e trabalham no sentido de o desenvolver?
Não o fazem por causa dos extremistas (independentemente de eu saber que extremistas também existem do lado de Israel) que ,no caso, o governo palestino não consegue controlar.
A guerra actual não é entre Israel e o Estado Palestiniano, a guerra é entre Israel e o Hamás (grupo terrorista) que se revoltou contra o Estado palestiniano, fazendo um golpe de estado e ocupando a Faixa de Gaza.
Esse grupo tem por objectivo destruir o estado judaico (dizem-no à boca cheia) e assim sendo como é possível dialogar com tal gente? E o que pode um estado fazer quando o seu território é bombardeado todos os dias por 70 ou mais mísseis vindos da parte do Hamás. Ficar de mãos atadas? Não fazer nada?.
O muro que foi construído não foi por causa do tal estado Palestiniano e sim por causa dos bombistas suicidas.
Posso eu dar qualquer apoio a movimentos radicais que, a exemplo dos talibans, defendem ideias peregrinas, tais como as meninas que forem à escola devem ser mortas e as escolas que as admitirem destruídas?. Estamos no século XXI ou na Idade Média?
Sei muito bem que os judeus não são anjos. Já admiti que também entre eles há extremistas (por causa desses é que tem sido difícil desalojar os habitantes dos chamados colonatos) mas eles estão na sua terra. São um Estado independente reconhecido pela ONU e mesmo que não fosse, para mim é muito mais importante aquilo que Deus decidiu, no passado, a respeito de Israel.
Não nos deixemos influenciar muito pelas fotos de velhinhos e crianças a sangrar. Se os velhinhos e as crianças estivessem nas preocupações do Hamas os seus membros não se esconderiam entre as populações civis. Fazem-no justamente para depois divulgarem as tais fotos com as quais pretendem influenciar o mundo contra Israel e a seu favor. Já vi fotos dos mesmos velhinhos e das mesmas crianças tiradas em locais diferentes (o que não deixa de ser bizarro).
Nisto da guerra, convém recordarmos uma conhecida frase: “Não haverá guerra entre duas partes de uma delas não quiser”.
Quando nos pronunciarmos sobre esta (e outras) matéria convém que o não façamos envenenados por aqueles para quem os maus da fita são sempre os judeus.
Basta

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,