terça-feira, agosto 11, 2009

Um "salto no escuro"

Ao falar, há dias, com um amigo (doutorado) sobre a importância da fé hoje ele, com pompa e circunstância, disse-me que se recusava a dar "saltos no escuro".
Disse-lhe que, para crer em Cristo, não é necessário dar "saltos no escuro" porque as grandes verdades cristãs são passíveis de ser confrontadas racionalmente.
Mas não deixei também de lhe dizer que, após se conhecer a Cristo de uma forma pessoal, o cristão não se recusaria a, se Cristo lho pedisse, dar "saltos no escuro".