quarta-feira, agosto 12, 2009

Memória curta

Faz hoje 25 anos que Carlos Lopes, o maratonista português, consegui para Portugal a 1ª medalha de ouro dos Jogos Olímpicos.
A SIC foi entrevistar alguns adolescentes e, na sua grande maioria, não sabiam quem é Carlos Lopes. É triste... mas de quem será a culpa?
Felizmente que no Céu nada disto se passará. Também os cristãos, comparados no Novo Testamento a atletas, se esforçam (pelo menos deveriam) para conseguir atingir a meta.
O seu esforço nunca será esquecido. Deus abrirá os livros e tudo o que fizemos (ou deixamos de fazer) estará lá registado.
É que no Céu (para o bem e para o mal), ao contrário da terra, a memória não é curta.