sábado, fevereiro 03, 2007

A Seu tempo e a Seu modo

Conta-se a história de uma velhinha, cristã, que morava muito longe de uma cidade onde existia a igreja. Quando ela era mais nova caminhava sem dificuldade e não lhe era difícil ultrapassar aqueles montes para ir ao culto. Mas agora, por causa da idade, olhava para aqueles montes e via-os como muralhas intransponíveis.
Um dia ela leu Mateus,17:20, passagem em que Jesus diz aos discípulos que se eles tivessem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderiam dizer a um monte que passasse daqui para acolá e ele obedeceria...
Imediatamente a velhinha começou a orar pedindo a Deus que afastasse aqueles montes para que ela pudesse ir a igreja. Todos os dias, ao levantar-se, a velhinha espreitava pela janela e os montes continuavam lá...
Mas certo dia ela viu uma família jovem mudar-se para aquele lugarejo e, milagre dos milagres, eles tinham carro e frequentavam a mesma igreja que ela.
Resultado, passaram a dar-lhe boleia, sempre que havia culto.
Deus não é obrigado a derrubar as montanhas que nos amedrontam, quando e como nós queremos. Mas Ele faz isso; a Seu tempo e a Seu modo.