segunda-feira, dezembro 04, 2006

A parte escondida


Tive de me deslocar hoje a uma clínica para realizar um tac à minha cervical. Enquanto me submetia à "terapia" habitual, praticada em todos os locais dedicados à saúde, (esperar), reparei em duas funcionárias que enfeitavam um pinheirinho (artificial) com algumas bolas vermelhas.
O pinheiro não era grande mas as bolas eram em tão reduzido número que, por isso, as duas senhoras trataram de as colocar, todas, na parte da frente deixando a de trás absolutamente despida.
Lembrei-me que, às vezes, no nosso viver diário procedemos da mesma forma.
Ainda bem que as pessoas não conseguem ver certas partes da nossa vida que, felizmente para nós, estão escondidas.
Contudo, é bom não esquecer, existe alguém que vê, não apenas a parte que "enfeitamos" mas também aquelas que estão menos visíveis.
(Hebreus, 4:13)