quarta-feira, novembro 29, 2006

Camarate


Após a prescrição do processo Camarate, José Esteves, o homem cujo nome sempre esteve ligado àquela tragédia, veio agora dizer o contrário daquilo que sempre disse.
Garante aquele antigo comando, recentemente convertido ao islamismo, que exerce funções de vidente e que sempre mereceu a atenção das forças policiais (ainda agora foi detido e ouvido em tribunal por causa de posse de arma ilegal), que foi ele o autor da bomba que explodiu na avioneta, matando o então 1º Ministro, Sá carneiro, bem como o Ministro da defesa e outros passageiros.
Só que revela uma novidade: diz que o que aconteceu, afinal, destinava-se a provocar um susto, tendo em vista fortalecer a candidatura de Soares Carneiro(General que concorria às eleições presidenciais contra Eanes).
Apetece-me perguntar: como é, então, que um vidente não conseguiu antecipar que aquela encenação se transformaria numa tragédia?