sábado, novembro 25, 2006

Erecção inoportuna...

De a cordo com o semanário "Sol" um monge budista, de 35 anos, cortou o próprio pénis porque este ficou, de forma inoportuna, erecto num momento de meditação, perturbando-a.
O facto terá acontecido num templo budista a 780 k a sul de Banguecoque, Tailândia.
O homem terá ainda sido transportado ao hospital onde os médicos manifestaram o desejo de lhe reimplantar o membro mas o monge recusou, não querendo que uma nova erecção inoportuna voltasse a perturbar as suas meditações.
Que mundo este.
Alguns, aflitos por terem erecções, cortam o pénis; muitos, aflitos por não as terem, tomam viagra.