segunda-feira, agosto 16, 2004

Rotinas

Alguem afirmou: "O homem é um animal de hábitos"; concordo. Aparentemente habituamo-nos, de tal forma, às rotinas que vamos criando que passamos a não saber viver sem elas.
Esta evidência torna-se mais clara, por exemplo, nas férias. Nos primeiros dias é a euforia mas ao fim de duas semanas já parecemos estar intranquilos, sentindo a falta daquilo que sempre costumamos fazer ao longo do ano.
É por isso que os reformados têm de voltar a aprender a viver e, infelizmente, poucos o conseguem.