sábado, agosto 28, 2004

A carroça à frente dos bois...

Independentemente do que penso sobre este governo e sobre o aborto, acho condenável que organizações portuguesas, tenham convidado o "navio do aborto" a visitar Portugal.
Conhecida que é a legislação portuguesa, a atitude pode até ser classificada como desrespeitosa.
Em democracia respeita-se aquilo que se decide no parlamento. Assim, quem defende o aborto, faça passar a sua mensagem entre os portugueses. Estes vão eleger os seus representantes para o próximo Parlamento e. aí, aprovem-se leis que reflictam o pensamento da maioria do povo. Em democracia é assim que as coisas funcionam.
Não se coloque a carroça à frente dos bois.