terça-feira, novembro 03, 2009

Intragável

Como recentes análises mostraram que o meu colesterol estava elevado resolvi tomar algumas medidas drásticas. Uma dessas medidas foi comparar manteiga magra para colocar no pão, pela manhã. Ainda resisti dois dias mas, saboreando bem, não deu para continuar. É uma coisa intragável.
Volta colesterol que estás "aperdoado"...

6 comentários:

Jorge Oliveira disse...

Eheheheh.
Em vez da manteiga magra, experimenta margarina (Becel, Planta, etc), sabe melhor e dizem que não faz tão mal.

José Carlos disse...

Não terás tu alguma comissão para defenderes essas marcas? Eheheh

Vilma disse...

E não o ajuda por aí além.
Opte por "bresuntar" com compota pouco doce ou queijo magro cremoso.
Vale a pena investir na saúde do nosso corpo.
Pensamos em nós e nos que nos rodeiam e nos amam e precisam de nós por aqui.
E também. porque o corpo é o templo do Espirito.
:)

José Carlos disse...

Concordo Vilma. Obrigado pelos conselhos.

Mário disse...

Pelo menos à alma a gordura faz bem :)
Salmo 63:5
A minha alma se fartará, como de tutano e de gordura; e a minha boca te louvará com alegres lábios.

José Carlos disse...

Mas a gordura dos animais daquele tempo era mais saudável. Eu ainda me lembro de quando, na minha aldeia, comia a gordura do toucinho e era uma delícia. A de agora é tão intragável quanto a manteiga magra.