segunda-feira, junho 15, 2009

Inspirador

Como disse no post anterior estive de férias (um curto período), com a família, em Fermil de Basto. Como sempre foi inspirador.
Já imaginaram o que é acordar tendo o silêncio apenas quebrado pelo cantar das aves? Lá ouvi eu o cuco e a poupa (a poupa há muito que não ouvia)
Depois era só contemplar o rosmaninho do monte com o seu colorido e aroma inconfundíveis e as cerejeiras carregadas do belíssimo (e agradável) fruto.
Voltei de baterias recarregadas até à segunda quinzena de Agosto.