segunda-feira, outubro 08, 2007

Esperança sem motivos

Num programa em que se falava da crise em Myanmar (antiga Birmânia) ouvi um resistente à ditadura fazer uma declaração, no mínimo, insólita: "A nossa esperança está na comunidade internacional e sobretudo na China".
Meu Deus, pensei, a China dá total apoio à ditadura militar que se instalou naquele país. Quando ela aparece a pedir moderação aos militares de Myanmar não tem qualquer tipo de autoridade moral para o fazer.
Lembram-se de como os manifestantes contra o poder na China foram tratados na Praça Tiananmen?
Chama-se a isto confiar em quem não se deve. E os seres humanos fazem isso, com muito frequência. Mesmo em questões que têm a haver com a eternidade.