segunda-feira, julho 09, 2007

Não ao aborto

Em dois hospitais do nosso país vai ser difícil cumprir a lei do aborto. A Sul o S. Francisco Xavier e a Norte o Pedro Hispano (Matosinhos).
Os médicos, sendo objectores de consciência, não atenderão mulheres que queiram interromper a gravidez e as respectivas administrações hospitalares terão de encontrar uma solução que, óbviamente, passará por "dar o serviço" a privados.
Imaginem quem vai ter de pagar tal serviço, com custo acrescido?
Pois, eu e você.
Agora que elogio a atitude dos médicos, lá isso elogio...