quarta-feira, junho 27, 2007

Abrunheirices...

Pedro Abrunhosa lançou um novo trabalho discográfico. O espectáculo de lançamento foi precedido por uma entrevista, em directo para a SIC, onde o jornalista o questionou sobre o facto deste novo trabalho apelar muito à religião, apesar de Abrunhosa, dizia o jornalista, não ser religioso.
O cantor respondeu,mais ou menos, da seguinte forma: "Pode ter-se religião sem que exista qualquer deus..."
Abrunhosa, portanto, valoriza mais a ideia da religiosidade do que a da Divindade.
A verdade é que Deus pode(deve) ser encontrado sem que seja necessário recorrer-se à religião.
A palavra religião, de origem latina, não se encontra nos textos originais da Bíblia (escrita em aramaico e grego) e significa "religar", descrevendo a tentativa de, pelos seus próprios esforços, o ser humano se reconciliar com Deus. Tarefa impossível e inútil.
Deus é três vezes santo e o ser humano é pecador. A iniciativa de reconciliação tem, portanto, de partir de Deus e não ao contrário.
É por isso que dizemos que a religião é o ser humano em busca de Deus e Jesus Cristo é Deus em busca do ser humano.

Mas a Abrunhosa, provávelmente, isto de nada interessa. E a ti?