segunda-feira, outubro 23, 2006

Espantalhos


Os espantalhos foram criados pelos agricultores com o objectivo de, como o nome indica, espantarem os pardais, sobretudo quando nos terrenos havia as chamadas novidades. Tratava-se, regra geral, de plantas tenras, tão do agrado da passarada, como alfaces, ervilhas, couves ainda pequenas para plantar, etc.
Regra geral os espantalhos eram feitos a partir de materiais já transformados em lixo; roupas velhas que eram cheias com palha, chapeus, etc. Uma prática que, apesar da era dos computadores, continua a usar-se, ainda que com menor frequência.
Se é verdade que, outrora, só se poderia ver espantalhos no campo, hoje em dia essa arte tem direito à presença em museus, casas de cultura, escolas, etc.
Um local onde um outro tipo de espantalhos marca presença é nas igrejas. Há sempre alguém, com maior ou menor destaque, a espantar muitos que, com sinceridade buscam a Cristo. Esses que, muitas vezes como que tacteando, procuram respostas para tantas dúvidas, angústias e problemas.
Esperando encontrar tal ajuda numa igreja dão, tantas vezes, de frente com os tais espantalhos que, ainda por cima, são capazes de se julgarem os mais espirituais do rebanho, apesar de nunca terem despido completamente "as velhas vestes".
Como será que se espantam tais espantalhos?
E a propósito; será que eu já espantei alguém?