quarta-feira, agosto 16, 2006

A morte a um passo...

O grande rei de Israel, David, disse um dia: "Há apenas um passo entre mim e a morte"(I Samuel,20:3).
A morte de um português de 19 anos, de férias no Brasil, (praia de Copacabana) provou, se dúvidas existissem, que é mesmo assim. Alí estava ele, tranquilo com a sua mochila às costas, quando um assaltante lhe cravou uma facada perfurando-lhe, de forma fatal, um pulmão.
Um passo antes estava vivo, um passo depois estava morto.
Cada um de nós pode dizer como David dizia: "Há apenas um passo entre mim e a morte".
E depois? Sim porque há um depois...