quarta-feira, maio 24, 2006

Protocolo mais laico?

O Partido Socialista, e bem, apresentou um projecto de revisão do protocolo do Estado. O documento sugere, e bem, que os altos dignatários da igreja católica só devem marcar presença, em cerimónias protocolares do Estado, quando convidados. Diz também que, salvaguardada a expressão maioritária da igreja católica, não devem ser ignoradas as outras confissões religiosas.
As cúpulas católicas já reagiram. Reconhecendo que "a concordata não foi beliscada" não deixaram de lamentar não terem sido consultadas para a feitura do referido projecto.
A igreja católica admite que, em termos religiosos, num Estado laico somos todos iguais. Mas não deixa de manifestar, igualmente, o desejo de que alguns sejam mais iguais do que outros.