segunda-feira, maio 16, 2005

E os velhos Senhor...

Hoje, mais uma vez, vi uma velhinha em dificuldades numa paragem do metro. Ela queria recarregar o seu andante (seria o seu?) e por isso olhava para "a maquineta" como ela dizia, através dos seus óculos muito graduados, sem saber o que fazer...
Lá fui ajudá-la e lá ouví, mais uma vez, o desabafo: "Isto é tudo tão complicado".
Resultado, eu e ela perdemos o metro e tivemos que esperar pelo próximo. Dizia a velhinha: "Esta gente não espera por ninguém"
Neste mundo ninguém está disposto a esperar por quem quer que seja. Estamos todos com muito pressa para ficarmos stressados. Depois vamos ao médico (posto de saúde, hospital) e somos obrigados a esperar, esperar...
É, ninguém tem tempo para explicar aos velhinhos como funcionam as novas tecnologias. Em abono da verdade, a tarefa não se vislumbra fácil já que eles têm muita dificuldade em "acompanhar o passo".
Só Deus está disposto a esperar por aqueles que queiram esperar n'Ele.