quinta-feira, junho 24, 2004

S. João? mas que S.João?

Todos os anos, por esta altura, apetece-me escrever sobre este assunto.
É que no Porto comemora-se o S.João. E quem é este João. A igreja católica garante que é João Baptista.
O povo celebra um santo rapioqueiro, e eu não consigo descortinar tal característica no austero João Baptista. O tal que se alimentava de mel silvestre e gafanhotos e se vestia com pelos de camelo.
Teve uma preparação esmeradissima, no deserto e um curto ministério (cerca de três anos e meio)
Iniciou o ministério pregando o baptismo do arrependimento, acabando por baptizar o próprio Cristo e, resumindo, pode dizer-se que passou o seu curto ministério apontando para Jesus (dizia: É necessário que ele, Jesus, cresça e que eu (João) diminua)
Depois, porque condenou o adultério de Herodes com a sua cunhada, foi preso e mais tarde decapitado.
Por favor que alguém me diga onde está a rapioquice do santo.