quarta-feira, maio 26, 2004

E ainda há quem brinque com isso!

Assisti hoje a uma cena que me deixou angustiado. Um rapaz, que deveria ter 18/20 anos, magro e de rosto macilento, pressionava uma senhora muito combalida que, vim a descobrir depois, era sua mãe.
O rapaz já foi expulso de casa por causa da droga. Agora sempre que apanha a mãe na rua, com o pai ausente, pressiona-a para lhe tentar extorquir dinheiro.
Uma vizinha veio em socorro da senhora que, a soluçar, se tentava desenvencilhar das mãos do próprio filho.
Que tristeza, e ainda há quem queira brincar com a droga!